Comidas gregas para você experimentar

1-IMG_4059-001Além de visitar lugares diferentes, quem me conhece sabe que eu adoro experiementar os sabores tradicionais de cada destino (fala aquela que comeu até grilo na Tailândia! hehe) e que isso é grande parte das minhas viagens. E na Grécia, claro que não ia ser diferente!

Os cenários já são bem inspiradores e não é difícil comer de frente para o mar todos os dias. Ou em baixo de uma parreira com cachos de uva do tamanho de melancias… É muito fácil ficar deslumbrada por aqui! Devo dizer que os gregos me lembraram um pouco os italianos em vários momentos da minha viagem, com aquela energia toda, a voz alta e as mãos que não param de gesticular, mas principalmente, no prazer que eles tem em servir e comer, e no quanto esse assunto é levado a sério por aqui. O que não surpreende, já que a comida aqui é realmente uma delícia.

1-IMG_4204-001

Para começar, é bom saber que a diferença já começa nos ingredientes: as frutas e verduras por aqui são muito saborosas (e cheirosas também) em função da privilegiada posição geográfica e clima da Grécia, favorecendo o cultivo. Eles também são mestres na utilização de especiarias, oferecendo aquele sabor único a cada especialidade que preparam. E bem como você imagina, os frutos do mar são o carro chefe dos melhores restaurantes na beira da praia ou em frente aos portos (as tavernas, como eles chamam), com polvos, lulas, peixes, camarões e lagostas disputando a chance de lhe impressionar mais do que as paisagens. O preparo deles não é nada elaborado, o segredo fica nas especiarias que eles usam, e só provando para entender. E por falar em especiarias, o azeite de oliva extra-virgem é outro destaque aqui, considerado um dos melhores do mundo, e do qual você pode usar e abusar (ele foi até considerado o principal responsável pela longevidade dos gregos!).

Até aí, nada de muito diferente do que a gente come nas nossas praias, mas vir até aqui e não provar outras especialidades seria um sacrilégio. Os gregos também apreciam muito pratos que levam carneiro, porco e frango, que são igualmente deliciosos. Então vamos às especialidades mais tradicionais daqui, aquelas que você até encontra em restaurantes de culinária grega espalhados pelo mundo, mas que provavelmente aqui vão ter um gostinho muito mais especial:

Para comer:

1-salada grega-001

 

Xoriátika

A mais tradicional salada grega com uma singela mistura de tomate, pepino, cebola, azeitonas (que também são um espetáculo por aqui) e uma fatia generosa do maravilhoso queijo feta (muito consumido por aqui, feito de leite de ovelha e de cabra) temperados com azeite de oliva.

1-dakos-001

.

.Ntakos salad (ou Dakos)

É a versão grega da bruschetta, com uma torradinha coberta de tomate, feta, azeitonas pretas e orégano, temperada com azeite de oliva.

 

1-Souvlaki

 

Souvlaki

Espetinhos de carne (algumas vezes com vegetais) que podem ser servidos no prato ou enrolados no pão pita, com batatas fritas e tzatziki (molho a base de iogurte, pepino, menta e alho) Tradicionalmente feitos de porco ou frango, mas você também encontra de carneiro.

1-Stifado

 

Stifado

Delicioso cozido de carne com molho de tomate e cebolas caramelizadas e várias especiarias. A carne é fica extremamente macia e suculenta após várias horas no fogo.

 

1-Gyros pita

.

Gyros pita

Gyros são aquelas fatias de carne de porco que giram em frente a fornos elétricos. Depois que a gordura derrete, o que sobra são os pedaços crocantes que são então retirados da parte externa da peça, e enrolados com tomate, iogurte, cebola em um pão pita. A versão tradicional ainda vem com batata frita.

1-moussaka-001.

Mussaká

A famosa “lazanha de beringela” que intercala um molho de carne moída com a beringela fatiada e é coberta com molho branco.

 

1-Baklavás

 

Baklavás (sobremesa)

Doce feito de camadas de massa folhada (como um mil folhas) recheadas com nozes picadas e o maravilhoso mel grego.

 

 

E para beber…

Os aperitivos são bem populares por aqui e é comum sentar num bar para comer uns petiscos acompanhados de alguma bebida bem forte e refrescante ao mesmo tempo. Na maioria das vezes também recebîamos uma garrafinha dessas bebidas junto com a sobremesa, sem pagar nada por ela! Vale provar:

Ouzo

Bebida feita através da fermentação da casca de uva e aromatizada com anis. Você pode tomar puro ou com água e gelo, mas lembre-se que o seu teor alcoólico pode chegar a 44%.

Raki

Outro destilado de uva (mas também pode ser encontrado de figo) aromatizado com anis, mas mais puro e forte que o Ouzo. Sua variação com mel e canela é chamada de Rakomelo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s